Pato B - Jornal Online

Conteúdo

Enquete

PDF Print


Vacinação contra Poliomielite e Sarampo acontece em Pato Branco

A Campanha Nacional de Vacinação Contra Poliomielite e Sarampo iniciou nesta segunda-feira (06) e segue até 31 de agosto. Em Pato Branco, 4.234 crianças compõem o público-alvo, com idades entre 1 ano até 4 anos 11 meses e 29 dias. O atendimento acontece na Sala de Vacinas do Centro, de segunda a sexta-feira, das 07h às 17h30. Os pais devem apresentar a carteirinha de vacinação da criança no momento da imunização.

A vacinação também está sendo ofertada nas unidades de saúde dos bairros, de segunda a quinta-feira, das 08h às 11h15 e das 13h às 16h45. Às sextas-feiras, o atendimento é das 08h às 11h15 e das 13h às 15h.

Nas comunidades do interior, o cronograma diferenciado iniciará no dia 13 de agosto, próxima segunda-feira, em Passo da Ilha (tarde). Na terça-feira, dia 14, acontecerá em Independência (manhã) e Fazenda da Barra (tarde). Na quarta-feira, dia 15, será a vez de Cachoeirinha (manhã) e Sede Dom Carlos (tarde). Na quinta-feira, dia 16, o atendimento será em Independência (manhã) e Sede Gavião (tarde).

No caso da vacinação contra sarampo, embora a campanha seja voltada às crianças, se os adultos procurarem as unidades de saúde terão suas carteirinhas atualizadas, conforme a necessidade. "Até 29 anos, a pessoa pode receber duas doses de Tríplice Viral, que previne contra sarampo, caxumba e rubéola. Quem possui entre 29 e 49 anos, pode receber apenas uma dose. Pessoas com mais de 50 anos, devem avaliar, junto com equipe médica, se há necessidade de realizar a vacina, pois, nestes casos, priorizam-se pessoas que residam ou que estejam com viagem marcada para áreas onde estão acontecendo casos da doença", explica a chefe da Divisão de Vigilância Epidemiológica, enfermeira Mayara Lazzarini Tocchetto.

O Dia D da campanha será em 18 de agosto, em que todas as unidades de saúde dos bairros estarão abertas das 08h às 17h, sem intervalo para o almoço. Na ocasião, o atendimento também ocorrerá na unidade de saúde de São Roque do Chopim.

A secretária municipal de Saúde, Márcia Fernandes de Carvalho, convoca a população para que participe da campanha. "É fundamental que os pais ou responsáveis pelas crianças participem da mobilização e levem seus filhos à unidade de saúde mais próxima, pois somente assim manteremos a população protegida destes vírus que podem, inclusive, levar a óbito, mediante a complicações clínicas", destaca.

Poliomielite e sarampo

A poliomielite e o sarampo são doenças de notificação compulsória e o Brasil tem compromissos internacionais para erradicar e eliminar estas doenças. As campanhas contra poliomielite foram iniciadas em 1980, estando o País livre da doença desde 1990. Com relação às campanhas contra o sarampo, estas são realizadas desde 1995, com a vacinação de público-alvo específico que, na grande maioria das vezes, abrange as crianças de um a quatro anos de idade.

No que refere-se à poliomielite, esta é uma doença infectocontagiosa viral aguda, caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. Acomete em geral os membros inferiores, de forma assimétrica, tendo como principais características a flacidez muscular, com sensibilidade preservada e a arreflexia no segmento atingido.

As ações de prevenção e controle, em especial a vacinação, contribuíram para que, em 1994, o País recebesse da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) a Certificação de área livre de circulação do poliovírus selvagem do seu território, juntamente com os demais países das Américas.

O sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbito, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias.

 


 
Patob.com.br - Todos os direitos reservados