Pato B - Jornal Online

Conteúdo

Enquete

PDF Print


Proposta de Engenheira do Sudoeste é a mais votada em congresso estadual de profissionais

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) promoveu, de 31 de julho a 2 de agosto, o 10º Congresso Estadual de Profissionais (CEP). O evento aconteceu em Foz do Iguaçu e contou com o apoio do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea). Realizado a cada três anos, o CEP deste ano teve como tema "Estratégias da Engenharia e da Agronomia para o Desenvolvimento Nacional" e reuniu profissionais das Engenharias, Agronomia e Geociências para avaliar, debater e propor políticas, estratégias, diretrizes e programas de atuação das áreas relacionadas ao Sistema Confea/Crea.

No Congresso, que reuniu mais de 400 profissionais, os participantes avaliaram as propostas elaboradas por profissionais de todo o Estado e elegeram 20, que serão apresentadas no Congresso Nacional de Profissionais (CNP) em Palmas, capital do Tocantins, de 19 a 21 de setembro. As proposições tratam de temas como inovações tecnológicas, infraestrutura, atuação das empresas de Engenharia, e atuação profissional.

A mais votada é de autoria da Engenheira Civil Karlize Posanske da Silva, de Palmas (PR), coordenadora das Inspetorias da Regional Pato Branco do Crea-PR. A proposta de Karlize, que será defendida no CNP, solicita a criação de lei para que o analista de projetos no Corpo de Bombeiros seja profissional habilitado.

"A proposta surgiu de uma realidade da nossa região e que se mostrou recorrente em outras regiões do Estado. Entendemos que o Corpo de Bombeiros deve ampliar seu quadro, contando com a presença de profissionais do Sistema Confea/Crea para a atividade de analista de projetos", ressalta Karlize.

A Engenheira esclarece que os responsáveis pela análise, no Corpo de Bombeiros, atuam na questão de legislação e que "com responsáveis técnicos no Corpo de Bombeiros, os processos passam a ter uma análise técnica profissionalizada, auxiliando na redução do tempo de aprovação", contextualiza.
Karlize Posanske defenderá sua proposta e as outras 19 aprovadas no CEP no Congresso Nacional de Profissionais. Ela faz parte dos 24 delegados eleitos. O grupo conta ainda com mais três representantes do Sudoeste: Orley Jayr Lopes (Engenheiro Agrônomo de Francisco Beltrão); e os Engenheiros Civis de Pato Branco, Rafael Fontes Moretto e Adernanda Paula dos Santos.

 


 
Patob.com.br - Todos os direitos reservados