Pato B - Jornal Online

Conteúdo

Enquete

PDF Print


Criminal

Os núcleos de Londrina (Norte-Central paranaense) do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), órgãos do Ministério Público do Paraná, cumpriram na manhã desta segunda-feira, 10 de setembro, decisão do Tribunal de Justiça de afastamento do prefeito de Rolândia, de cinco secretários municipais (Educação, Saúde, Desenvolvimento Econômico, Cultura e Infraestrutura), do chefe de gabinete do prefeito, de dois procuradores do Município e mais um servidor.

A ação faz parte da Operação Patrocínio, que cumpre ainda 17 mandados de busca e apreensão em Rolândia, Londrina e Cambé. Seis dos mandados são cumpridos em gabinetes da Prefeitura (do prefeito, do chefe de gabinete, da Procuradoria do Município e das secretarias citadas), outros oito são cumpridos em residências, incluindo as do prefeito e dos secretários, e três em empresas.

O TJPR determinou ainda o monitoramento eletrônico (com uso de tornozeleira) dos réus e de mais três empresários. Também foi determinada quebra de sigilo bancário dos investigados. As investigações apuram corrupção, peculato, falsificação e crimes contra licitação cometidos por organização criminosa das quais os réus fariam parte.

 


 
Patob.com.br - Todos os direitos reservados