Pato B - Jornal Online

Conteúdo

Enquete

PDF Print


Sudoeste

Aprimorar atendimento ao cliente, layout de loja, planejamento financeiro e a gestão do negócio. Desta forma, 108 micro e pequenas empresas varejistas do Paraná vêm se preparando para sobreviver e crescer no mercado. O esforço desses empreendedores na implantação de uma gestão profissional foi coroado, nesta quarta-feira (22), com o Selo Referência no Comércio, reconhecimento concedido pelo Sebrae/PR e pela Fecomércio PR para as empresas que concluíram com bons índices os programas de varejo encabeçados pelas instituições.

A cerimônia de premiação ocorreu no auditório do Sebrae/PR, em evento que contou com palestras de consultores especialistas em Varejo, sobre temáticas como metas, objetivos, oportunidades, comportamento empreendedor e autoconhecimento. Referência no varejo brasileiro, o empresário do Paraná, Mário Gazin, dono da quinta melhor empresa para se trabalhar na América Latina, falou aos presentes sobre Foco nas pessoas.

"O tamanho da sua empresa não importa, mas a cultura que você cria. Não se pode ter medo de aprender e ensinar os colaboradores. Nós, por exemplo, temos uma cartilha financeira para ensinar os funcionários a pouparem dinheiro. Se ele não economiza o que é dele, como vai cuidar do que é meu?", ilustrou Gazin.

O diretor-superintendente do Sebrae/PR, Vítor Tioqueta, parabenizou os homenageados com o Selo, ressaltando o avanço para as empresas que se empenham em melhorar a gestão. "Esse é o resultado de um trabalho de negócios que fazem a diferença para melhorar o setor empresarial, mesmo em meio à crise. Após análise de consultorias especializadas, os varejistas que hoje conquistam o Selo implantaram melhorias necessárias e mostram que quem busca diferenciação consegue crescer no mercado", pontua.

Presidente da Fecomércio PR, Darci Piana reforçou a importância da soma de esforços e recursos das duas entidades, na qualificação de empresários e na busca de inovação, diante das mudanças trazida ao varejo pela tecnologia. "O mundo está mudando, e quem não acompanhar isso vai ficar para trás. Juntos, temos visto como é possível fazer mais com menos recursos, trabalhando junto ao empresário, para que cresça e gere emprego e renda. Existe uma necessidade de se atualizar sempre, que não termina hoje com o recebimento do Selo", alerta.

Das 364 empresas participantes dos programas de Varejo do Sebrae/PR e Fecomércio PR (Varejo Mais, Revitalização Top Loja Confecção ou Minimercados e Franquias Paraná), 108 conquistaram o Selo - de acordo com os resultados das avaliações baseadas no Modelo de Excelência em Gestão (MEG), da Fundação Nacional de Qualidade (FNQ), e no Diagnóstico de Loja Sebrae (DLS). Elas foram classificadas nas categorias Ouro (54 empresas), Prata (28) e Bronze (26) e poderão utilizá-lo pelo período de um ano. Em 2016, 51 empresas receberam a chancela, que é renovável, caso o negócio mantenha ou aprimore os índices.

Reconhecimento

Sair do conforto, para encontrar novos horizontes. Assim a empresária Danieli Gelain Basso, da Moda Clout, que tem duas lojas em Cascavel, no oeste do Paraná, define a participação no Programa Varejo Mais, que levou à conquista do Selo na categoria Ouro. "Tivemos um grande ganho no aspecto do trabalho em equipe e todos vibramos juntos com os resultados. Uma das maiores mudanças foi documentar metas, processos, porque não descrevíamos nada no papel. Nossos clientes notam e comentam, a cada dia, a transformação da loja", contou.

A necessidade de crescer e estrutura física levou Wanderlei Perego, do Supermercado Ponto Certo, de Palmas, no sudoeste do Estado, a procurar o Programa Top Loja Minimercados. Hoje, a loja reconhecida com o Selo na categoria Ouro é referência de bom atendimento na região.

"Uma grande rede supermercadista está entrando na cidade, e como não podemos combatê-la em preço, investimos em atendimento diferenciado. Treino meus caixas para sempre atenderem o primeiro e o segundo cliente da fila, temos meta no açougue e os repositores oferecem ajuda às pessoas. Tanto que, nas redes sociais, quando alguém reclama de algum estabelecimento, já começaram a nos citar como referência nesse aspecto", comemorou.

Premiados do Sudoeste

Dezesseis empresas que participam dos programas da Regional Sul do Sebrae/PR foram contempladas com o Selo Referência no Comércio. Do programa Varejo Top Loja Confecções e Acessórios, nove empresas agraciadas, todas com o Selo Ouro: Arte e Sedução, Dipanus, Dress, La Basic, Priska, Quatro Estações, Vertical Modas, Zariff Calçados e ZeroHum. As outras sete empresas participam do Varejo Top Loja Minimercados: Mercado Marilar, Mercado Supersul, Mercado Vitória e Mercado Foscharini receberam o Selo Ouro; Mercado Ponto Certo e Verdurão Supermercado, o Selo Prata; e o Supermercado Itaipu ficou com o Selo Bronze.

 


 
Patob.com.br - Todos os direitos reservados